Harmonizações
Cervejas ideais para... pratos vegetarianos

Os pratos vegetarianos, mais do que evitar a carne ou o peixe, em nada ficam atrás dos ditos pratos tradicionais dada a impressionante riqueza de ingredientes que utilizam, e a intensidade dos sabores alcançados. Descobre aqui algumas das melhores cervejas para os acompanhares. 


O número de vegetarianos quadruplicou em Portugal entre 2007 e 2017, de acordo com um estudo de mercado da consultora Nielsen, e são já 120 mil os portugueses que optam por uma dieta sem carne ou peixe. A tendência é transversal à sociedade e nem a economia escapa: existiam, em 2018, 170 lojas ou restaurantes vegetarianos ou vegans.

 

Ser vegetariano, ou apreciar um prato que seja, não é impeditivo de apreciar uma cerveja. No entanto, tal como com toda a restante gastronomia, deves pensar na harmonização que melhor combina com os teus gostos. Podíamos estar aqui a tarde toda a escrever sobre pratos vegetarianos e as suas harmonizações, mas escolhemos três dos manjares que mais portugueses, vegetarianos ou não, levam à sua mesa. Vamos a isso?

1. Falafel

Image

Petisco tradicional do Médio Oriente, partilhado por árabes e judeus mas consumido em todo o mundo, os bolinhos de falafel são feitos com grão-de-bico ou favas – ou até ambos –, misturados com alhos, cebola, salsa, coentro e cominho, sendo depois fritos.

 

Pensa-se que o falafel tenha tido origem no Egipto, no século XIX, tendo sido exportado, através do porto de Alexandria, para os países do levante – Síria, Israel, Líbano e Jordânia. A verdade é que os bolinhos de falafel são hoje um dos pratos vegetarianos mais conhecidos do mundo, sendo uma boa alternativa à street food que inclui carne ou derivados.

 

É um prato versátil que pode ser servido sozinho ou acompanhado de húmus, molho de tahini ou salada. Há quem coma dentro do pão pita, como se fosse um hambúrguer caseiro. Apesar de ser um petisco tradicionalmente frito, podes optar por assar o falafel, caso desejes uma refeição mais saudável.

 

Principais ingredientes: grão-de-bico ou fava, alho, cebola, cominho, pimenta, coentro e azeite.

As melhores cervejas | Pilsner

A cerveja mais consumida do mundo é também uma das mais versáteis, podendo harmonizar uma grande quantidade de pratos. Esta lager de cor dourada é transparente, límpida e tem uma espuma branca, cremosa e duradoura. No nariz, e além das notas de malte que destacam o pão, surge um perfil levemente floral ou herbal, com um equilíbrio subtil entre o malte e o lúpulo.


Na boca, o sabor maltado dos cereais é acompanhado por um amargor ligeiro, e por vezes até se poderão encontrar toques florais. O final é longo e arredondado.

Tipo de harmonização | Semelhança

Os ingredientes simples e naturais do falafel sentem-se em casa com as notas de pão e a doçura do malte da Pilsner. Este estilo harmoniza com uma grande variedade de pratos e intensidades, mas uma Pilsner fresca vai levar o falafel, com as suas raízes do quente Médio Oriente, para uma dimensão de sabor que aquele, por si só, não alcança.

 

Por outro lado, a cada gole que dás na tua Pilsner, o sabor intenso e a textura oleosa do falafel desfaz-se nas papilas gustativas, uma cascata de sensações que ativam todos os teus sentidos.

2. Dahl de lentilhas

Image

Diz-nos o Antigo Testamento que Esaú vendeu a Jacob o seu direito a ser primogénito por um prato de lentilhas, uma troca que sairia caro ao primeiro: Jacob tornar-se-ia uma personagem importante para várias religiões. Verdade ou mito, esta história tem o condão de realçar a importância das lentilhas para os nossos antepassados.


É um ingrediente saboroso e que, quando trabalhado numa cozinha tradicional como a indiana, ganha uma impressionante e rica explosão de sabores. É o caso do dahl de lentilhas, um ensopado cremoso que faz jus à fama positiva que tem na comunidade vegan e vegetariana.

 

As lentilhas podem ser amarelas, verdes ou vermelhas, mas o segredo do prato está nas especiarias: alho, gengibre, cominho, coentro, pimenta, gergelim ou até onde a nossa imaginação e geografias nos levarem. Rico em proteínas, o dahl de lentilhas deve ser comido quente como prato principal ou acompanhamento: de arroz branco ou até pão tradicional indiano e regional português (alentejano, mafra ou Rio Maior).

 

Principais ingredientes: lentilhas, cebola, tomate, alho, gengibre, gergelim, cominho, coentro, manteiga, pimenta, sal e azeite.

As melhores cervejas | Belgian IPA

Que melhor estilo para acompanhar um prato tradicional indiano que a IPA, a cerveja criada para viajar até à Índia? A versão da IPA com levedura belga, surgida já nos anos 2000, tem um sabor a lúpulo moderado, assim como o malte. O amargor é elevado e pode ser acentuado devido ao caráter apimentado das leveduras belgas. O ABV é elevado: entre 6,2% e 9,5%.

 

Toma nota: o nome Belgian IPA pode induzir-te em erro. A cerveja faz parte da cultura cervejeira norte-americana, utilizando levedura belga para a fermentação – daí a referência ao país dos flamengos e valões.

Tipo de harmonização | Complemento

Cerveja de sabor forte e marcada pelo amargor do lúpulo, a Belgian IPA harmoniza de modo exemplar com a cozinha indiana. Tal deve-se ao caráter intenso e altamente condimentado das comidas típicas do sul da Ásia, local de onde muitas especiarias são nativas. Um complemento que traz ao de cima o melhor do sabor e aroma do dahl de lentilhas, mas também da bebida.

3. Lasanha com cogumelos e cuscuz integral

Image

Nesta lasanha, os vegetais são reis. A começar pela “massa” que, na receita vegetariana, é substituída por fatias de curgete. A beringela, cenoura, pimento, tomate e as especiarias dão-lhe um toque mediterrânico, complementado pelo cuscuz do norte de África.

 

É um prato robusto que não deixará ninguém com fome. Tratemos, então, da cerveja ideal para que as nossas goelas descansem da intensidade dos seus ingredientes. 

 

Principais ingredientes: Beringela, curgete, cenoura, pimento vermelho, tomate chucha, cogumelos, cebola, alho, tomilho, azeite, sal e pimenta.

As melhores cervejas | Blonde Ale / Golden Ale

Uma cerveja com dois nomes distintos – Blonde e Golden Ale – é invulgar, mas é exatamente o que acontece com esta cerveja artesanal americana com algumas variações regionais. Não confundas este estilo com o Belgian Golden Strong Ale – estão em campos opostos, por exemplo, no teor alcoólico, encontrando-se o estilo belga no extremo mais alto e o norte-americano no mais baixo –, mas podes ligá-lo à árvore genealógica da Kölsch, por exemplo.

 

Como acontece com qualquer estilo cervejeiro, é normal que surjam subcategorias associadas. É o caso da Blonde Ale, uma versão mais equilibrada e com menor teor alcoólico das Pale Ale tradicionais. E se hoje, segundo o Beer Judge Certification Program, a Blonde Ale já tem uma categoria própria, o estilo já evoluiu, nas últimas décadas, para um novo nome: a Golden Ale. Porém, não deverás notar diferenças entre ambas.

Tipo de harmonização | Contraste

Apesar de não conter carne, a versão vegetariana da lasanha tem os condimentos ideais para te saciares à boa maneira dos longos almoços familiares italianos. Neste cenário, a Blonde Ale (ou Golden Ale) ajuda a limpar o palato e a cortar o caráter mais pesado do prato.

 

No copo, surge numa tonalidade amarelada ou dourada, límpida e brilhante. No nariz, o aroma do malte é moderadamente doce, com uma ligeira nota de pão ou caramelo e baixo aroma de lúpulo. O ABV situa-se entre os 3,8% e os 5,5%. Cerveja leve, refrescante e fácil de beber, é ideal para o tempo quente. Mas, como é habitual no cardápio cervejeiro, pode ser apreciada durante todo o ano. A exemplo da lasanha.

Informação Legal

Esta declaração de garantia de privacidade de dados aplica-se específica e exclusivamente ao serviço do Super Bock Group.

Para o Super Bock Group é importante que todos os utilizadores dos seus serviços e visitantes das suas páginas tenham garantida a confidencialidade dos seus dados.

O Super Bock Group garante que estas informações NÃO SERÃO utilizadas em nenhuma lista com fins promocionais via correio eletrónico ou telefónico, nem serão divulgadas a qualquer outra organização ou empresa. O Super Bock Group compromete-se a proteger a sua privacidade.

Sobre qualquer questão que tenha relativa a este compromisso, não hesite em contactar.

close

Image

BEM-VINDO À SUPER BOCK CASA DA CERVEJA

Declaras que tens mais de 18 anos?

SIM

NÃO

Para entrares no site, tens de ter mais de 18 anos.

Ao submeter estes dados, está a concordar com a Política de Privacidade e Política de Cookies do site Super Bock Casa da Cerveja.