Curiosidades
5 curiosidades sobre cerveja para impressionar os amigos

Dois dedos de conversa acompanhados de uma cerveja fresca. Existirá programa melhor do que este? E por que não fazer desta bebida o tema de conversa? Impressiona os teus amigos (e esvazia o copo) com as cinco curiosidades sobre cerveja que te damos a conhecer.

Há tanto para saber sobre cerveja... Começa por ler estas cinco curiosidades e, depois, brilha com o teu conhecimento enquanto bebes um copo com os amigos.

5 CURIOSIDADES SOBRE CERVEJA

1. SABIAS QUE EXISTE UM COPO DE CERVEJA IDEAL PARA CADA CERVEJA?

A escolha do copo depende da característica da cerveja que se pretende destacar ou intensificar. Se a cerveja é mais refrescante, deves escolher um copo mais estreito, ideal para manter a cerveja fresca. Para as cervejas mais encorpadas, deves escolher copos mais largos, já que a cerveja se aguenta no copo por mais tempo. Tem atenção e usa sempre um copo bem limpo para não prejudicar a fluidez do líquido. Garante também que o copo está isento de qualquer tipo de aroma que possa atrapalhar a degustação.


3 tipos de copos que deves conhecer:

Pilsner: copo em forma cilíndrica, estreito e que vai afunilando à medida que se aproxima da base. Permite manter a cerveja viva e contribui para a formação de uma boa espuma.

Snifter: semelhante aos copos de brandy e em forma de balão, este tipo de copo ajuda a libertar os aromas e a preservar as características da cerveja. São ideais para beber cervejas fortes, estilo Abadia.

Pint: um dos copos mais utilizados para beber vários tipos de cerveja. Mais largo na boca do que base, de forma ergonómica, fácil para beber e libertar os aromas da cerveja.

2. SABIAS QUE SÃO OS LÚPULOS QUE CONFEREM O AMARGOR À CERVEJA?

O lúpulo é uma planta muito aromática, sendo o ingrediente responsável pela presença do amargor e de muitos dos aromas característicos da cerveja. Curiosamente, começou por ser usado para que a bebida não se deteriorasse e por ser um antissético natural. Hoje em dia, é usado para contrabalançar a doçura do malte, sendo adicionado à cerveja durante a fase da ebulição.

Existem três grandes categorias de lúpulo: amargor, aroma e mistos, que conferem à cerveja tanto características de amargor como de aroma. Consoante a variedade de lúpulo empregue, o aroma da cerveja pode ser mais herbal, terroso ou de pinho, passando pelo floral e frutado (desde aromas cítricos aos de frutas tropicais) ou, ainda, aromas de especiarias.

sabias que

O nível de amargor pode ser medido através da escala de IBU (Internacional Bitterness Unit – unidade internacional de amargor). Uma Super Bock terá 17 IBU, ao passo que numa Super Bock Seleção 1927 Bengal IPA este valor sobe para os 55 IBU.

3. SabiaS que o vidro castanho das garrafas de cerveja a protege?

As garrafas de vidro castanho protegem a cerveja dos raios ultravioleta e das luzes fluorescentes usadas nos supermercados. Assim, evita-se que ganhem um aroma semelhante ao da doninha ou de gato-molhado, causado por reações fotoquímicas da isomerização dos compostos do lúpulo. Quando as garrafas têm uma tonalidade mais clara, devido à ação da luz, os componentes do lúpulo podem libertar outros constituintes aromáticos, o que faz com que a qualidade da cerveja fique comprometida.

4. Sabias que há uma deusa da cerveja?

Chama-se Ninkasi e é uma deusa suméria. Para percebermos o seu papel temos de recuar até ao ano 4000 a.C. Segundo reza a lenda, “nasceu da água fresca cintilante” para “saciar o desejo” e “satisfazer o coração”. A sua importância foi tal que lhe foi dedicado um poema, que contém uma receita de cerveja. A elaboração desta bebida nessa civilização estava a cargo das mulheres. Eram elas que produziam os alimentos com os ingredientes colhidos pelos homens. Essas 'mestres cervejeiras' eram conhecidas como sacerdotisas da deusa da cerveja, Ninkasi.

5. Sabias que a República Checa é o país onde se bebe mais cerveja?

Ninguém bate os checos quando o assunto é o consumo de cerveja. De acordo com o estudo Alcoholic Drinks Report 2018 – Beer, realizado pelo portal de estatísticas Statista, a República Checa é o país onde se consome mais cerveja, 137,38 L por habitante. No segundo posto, encontra-se a Polónia, atingindo os 98,06 L per capita, seguida pela Alemanha, com 95,95 L. Os Estados Unidos da América são o primeiro país não europeu a surgir na lista, ocupando a 12ª posição (74,90 L). Em Portugal, o consumo de cerveja não ultrapassa os 51 L por pessoa, segundo dados dos Cervejeiros de Portugal - Associação Portuguesa dos Produtores de Cerveja.

DESCOBRE ONDE A CERVEJA VIVE.
VEM CONHECER A SUPER BOCK CASA DA CERVEJA